domingo, 18 de março de 2012

Doença Mental X Politicas Públicas X Inclusão Social

Na palestra doença mental x politicas publicas x inclusão social, foi possível conhecer um pouco mais sobre universo das pessoas com transtornos mentais, como se comportam, que atividades fazem e como identificar, por que não ter preconceito contra eles, e o que fazer para ajudar. A palestrante foi muito segura ao falar da forma como as pessoas com transtornos mentais são vistas pela sociedade, fez uma viagem ao passado mostrando com eram tratadas as pessoas com transtornos mentais. Para algumas civilizações eram sagrados, tinham sido abençoados pelos deuses, já em outras eram tidas como demoníacas, eram possuídas pelos espíritos impuros, e com o passar dos tempos foi se criando locais próprios para colocar essas pessoas, como os manicômios e hospitais que atendia especificamente essas pessoas com transtornos mentais. Ao longo dos anos com o avanço da ciência essas pessoas passaram a serem objetos de estudos sobre como é seu comportamento, suas reações diante de algumas circunstancia. E no Brasil somente há poucos anos se fechou praticamente quase todos os manicômios, funcionando pouquíssimos, e esses mesmo em péssimo estado de funcionamento. Com uma abertura maior nas politicas publicas para a saúde foi possível criar e manter com uma infraestrutura mínima os hospitais DIA onde o paciente passa o dia se ocupando de tarefas simples, mas ao mesmo tempo estando todo o tempo sendo observado e tendo acompanhamento direto com médicos, assistentes sociais e sendo medicado para que possa ter uma recuperação mais rápida. O que a palestrante Walesca Maria de Souza Barros deixou bem evidente é que a grande maioria da sociedade, inclusive a própria família não aceita a pessoa com transtornos mentais como ela realmente é, ainda sofre um preconceito muito grande vindo da própria família, das pessoas que estão de fora. A professora falou ainda da importância de se conhecer o dia-a-dia dessas pessoas com transtornos mentais para que não possamos ser discriminadores de pessoas com transtornos mentais, e para encerrar a palestra, a professora mostrou um vídeo realizado pelos seus pacientes, com o tema musical da banda legião urbano, “Será” onde o começo da musica dizia assim: “tire suas mãos de mim, eu não pertenço a você, não é me dominando assim, que você vai me entender” e o mesmo vídeo mostrava imagens de sofrimentos que os pacientes com transtornos mentais passaram em vários manicômios, de como eles eram e se sentiam diante da sociedade que os discriminavam. Francisco das Chagas Marques Silva de Assis :Acadêmico do Curso de Pedagogia bloco VI da Universidade Estadual do Piaui- UESPI, relatório da palestra Doença Mental X Politicas Públicas X Inclusão Social realizada por Walesca Maria de Souza Barros, realizada na VI semana de educação de 25 a 28 de outubro de 2011, para a disciplina fundamentos da matemática, sobre orientação da professora Maria Edileusa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário